Cristianismo

Por que Jesus é chamado de Messias?

Você certamente já ouviu várias vezes as pessoas se referirem a Jesus como o Messias, incluindo os autores bíblicos. A palavra Messias também tem sido utilizada em outras situações e outras mídias, como no cinema, mas as pessoas geralmente não sabem o verdadeiro significado desta palavra.

Jesus Messias
“Messias” é uma palavra hebraica, cuja palavra equivalente em grego é “Cristo”, e ambas significam “Ungido”. Então quando as pessoas começaram a chamar Jesus de “o Cristo”, era o mesmo que dizer “Jesus, o Messias” e “Jesus, o Ungido”.

Segundo a Bíblia, a unção (que significa “aplicar óleo ou substância oleosa a uma parte do corpo”) é o ato de separar alguém ou algo para um propósito sagrado, para Deus (no Novo Testamento há também a unção de doentes, que não se aplica neste caso).

Mas, ainda assim, por que eles chamavam Jesus de “o Ungido”? Havia muitas pessoas nos tempos bíblicos que eram ungidos, o que havia de tão especial sobre o Messias prometido?

Read More

Jesus, o Messias prometido

Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados. (Isaías 53:5)

Rolo das Escrituras

Foto por: ©iStockphoto/bullet69

Se você ler este versículo, e se você não é muito familiarizado com a Bíblia, você pode pensar que ele é do Novo Testamento, porque parece que ele está falando de Jesus, certo?

Que tal este:

Um bando de homens maus me cercou! Perfuraram minhas mãos e meus pés. Posso contar todos os meus ossos, mas eles me encaram com desprezo. Dividiram as minhas roupas entre si, e lançaram sortes pelas minhas vestes. (Salmo 22:16-18)

Não parece como uma descrição da crucificação? Sim, parece. E na verdade é.

Read More

Deus não tem netos

Segundo a Bíblia, Deus tem um único filho, Jesus Cristo. Jesus nos permite ser perdoados de nossos pecados e nos tornarmos filhos de Deus por adoção (veja João 1:12-13).

Mão estendida para o céu

Foto por: © iStockphoto / liquedus

O termo “filhos de Deus” perdeu seu significado original ao longo dos anos. Hoje em dia, é comum ouvir as pessoas dizendo que “todos somos filhos de Deus”, mas isso não é verdade (veja este post para mais detalhes).

A Bíblia diz:

Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. (Romanos 8:14)

Outro fato sobre o nosso relacionamento com Deus é que Ele não tem netos. O que eu quero dizer é que, se uma pessoa é um filho de alguém que tem um relacionamento com Deus, um cristão, isso não significa que essa pessoa é salva.

A salvação é pessoal, e assim também é o relacionamento com Deus. Nós não os herdamos de nossos pais.

Temos muitos exemplos na Bíblia de pais que viveram suas vidas dedicadas a Deus, mas cujos filhos se afastaram dEle. E, infelizmente, isso é um fato comum hoje em dia também.

Read More

O que significa aceitar Jesus como seu Salvador?

Nós cristãos usamos muito esta expressão: “aceitar Jesus Cristo como nosso Salvador”. Mas o que que isso significa?

Jesus salva

Foto por: David Shankbone (Creative Commons)

Primeiro de tudo, vamos identificar o problema. Se alguém precisa de um salvador, é porque precisa para ser salvo de alguma coisa, certo? Então, do que é que todos os os seres humanos precisam para ser salvos?

A resposta rápida é: precisamos ser salvos do pecado.

Por que os nossos pecados são um problema? Porque os nossos pecados nos mantém longe de Deus. Isso significa que todos os humanos que pecam estão fadados a viver separados de Deus nesta vida e por toda a eternidade.

Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá. (Isaías 59:2)

Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus (Romanos 3:23)

Read More

Morte e vida eterna

Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor. (Romanos 6:23)

Porta aberta

Foto por: ©iStockphoto/R-J-Seymour

A maioria das pessoas pensa que a vida e a morte são apenas os eventos físicos associados a estar vivo e ao momento após nosso último suspiro, respectivamente.

Quando Paulo escreve à igreja romana, ele fala da vida e da morte com um significado diferente por trás dessas palavras. Ele fala sobre vida e morte espirituais, e não físicas.

Morte, do ponto de vista de Paulo, significa uma vida sem Deus. Assim, uma pessoa pode estar andando e respirando, e mesmo assim estar espiritualmente morto.

Vida significa ter um relacionamento com Deus, e essa vida é eterna, não pára quando nosso corpo morre.

Então, estar “fisicamente vivo” (respirando) não determina o estado mais importante da nossa alma: o estado espiritual.

O fato é que a vida e a morte espirituais são as que realmente importam.

Read More

O que devo fazer para herdar a vida eterna?

“Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?” (Lucas 18:18)

Mão estendida para o céu

Foto por: ©iStockphoto/liquedus

Isto é o que um jovem rico queria saber. Ele alegou ser uma pessoa boa e que seguia todos os mandamentos de Deus, mas ele sabia que ainda não era o suficiente. Então, quando ele se encontrou com Jesus, ele perguntou o que ele precisava fazer para herdar a vida eterna.

Talvez você esteja fazendo a mesma pergunta agora…

Quando Jesus respondeu, sua resposta desapontou o jovem:

“Falta-lhe ainda uma coisa. Venda tudo o que você possui e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro nos céus. Depois venha e siga-me.” (Lucas 18:22)

Se você olhar de perto verá que, incorporados nesta instrução que Jesus deu a ele, estão os dois maiores mandamentos: amar a Deus sobre todas as coisas (incluindo dinheiro) e amar o próximo como a si mesmo (para compartilhar o que você tem com os pobres).

Read More

Somos todos filhos de Deus?

Muitas vezes ouvimos pessoas dizendo que todos são filhos de Deus, geralmente querendo dizer que Deus tem proteger e abençoar a todos. No entanto, segundo a Bíblia, esta afirmação não é verdadeira. Todas as pessoas são criação de Deus, mas nem todos são filhos de Deus.

Família perto da cruz

Foto por: © iStockphoto/B-C-Designs

O primeiro e único filho de Deus foi Jesus, como expliquei no post anterior. Foi Jesus quem criou a possibilidade de outras pessoas se tornarem filhos de Deus, aqueles que acreditam nele e  o recebem, por meio da fé (veja João 1:12,13 e Gálatas 3:26).

As pessoas que tomam essa decisão se tornam filhos de Deus por adoção, e assim também se tornam herdeiros de Deus, como Paulo explica:

Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Pois vocês não receberam um espírito que os escravize para novamente temerem, mas receberam o Espírito que os adota como filhos, por meio do qual clamamos: “Aba, Pai”. O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus. Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos dos seus sofrimentos, para que também participemos da sua glória. (Romanos 8:14-17)

Read More

O único filho de Deus

Nos dias de Jesus, ninguém usava a expressão “filho de Deus” para se referenciar a outra pessoa. O povo judeu era conhecido coletivamente como “o povo de Deus”, mas não como filhos. É por isso que eles se ofenderam tanto quando Jesus afirmou ser filho de Deus.

Mão de Jesus

Foto por: ©iStockphoto/kevinschreiber

Eles entenderam exatamente o que ele queria dizer. Se ele estava dizendo que era o filho de Deus, ele quis dizer que ele nasceu de Deus, que ele era o mesmo “tipo de ser” que Deus.

Dê uma olhada nestes versículos (ênfase adicionada por mim):

Mas, depois de ter pensado nisso, apareceu-lhe um anjo do Senhor em sonho e disse: “José, filho de Davi, não tema receber Maria como sua esposa, pois o que nela foi gerado procede do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, e você deverá dar-lhe o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados”. Tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor dissera pelo profeta: “A virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe chamarão Emanuel”, que significa “Deus conosco”. (Mateus 1:20-23)

“Eu e o Pai somos um” (João 10:30)

“Então, por que vocês me acusam de blasfêmia porque eu disse: Sou Filho de Deus?” (João 10:36)

Mas Jesus permaneceu em silêncio e nada respondeu. Outra vez o sumo sacerdote lhe perguntou: “Você é o Cristo, o Filho do Deus Bendito?
“Sou”, disse Jesus. “E vereis o Filho do homem assentado à direita do Poderoso vindo com as nuvens do céu.” (Marcos 14:61,62)

Read More

Adquira meu ebook:

Siga-me no Google+

Siga-me no Twitter

Pin It on Pinterest