Cristianismo

Um inocente pagou o preço

Deus tornou pecado por nós aquele que não tinha pecado, para que nele nos tornássemos justiça de Deus. (2 Coríntios 5:21)

Prisão

Foto por ©iStockphoto/rook76

Imagine uma prisão com muitos prisioneiros encarcerados. Pessoas que mataram, roubaram, estupraram, mentiram, enganaram, e cometeram todos os tipos de crimes e erros. Todos eles foram privados de uma vida livre. Eles estavam pagando o preço pelo que fizeram.

Um dia, eles ouviram esta notícia: alguém havia sido preso pelos crimes que cada um deles havia sido condenado.

Eles sabiam que havia algo errado, porque eles sabiam que eles haviam cometido os crimes. Quem quer que fosse, ele era inocente.

Eles ouviram falar que esse homem foi condenado à morte, e ele seria executado em breve.

Eles não entendiam exatamente o que estava acontecendo, mas quando ouviram mais informações sobre esse homem, eles se surpreenderam ainda mais. Esse homem era o único filho de um juiz muito poderoso. O mesmo juiz que escreveu as leis que haviam quebrado. E a parte mais incrível era que este era o mesmo juiz que condenou seu filho a uma sentença de morte.

Read More

A história do Rei que morreu por mim

Foi anunciado muito antes de acontecer. Profecias predisseram em detalhes o que iria acontecer séculos mais tarde. Elas anunciaram a vinda do Messias – o que significa o Ungido de Deus, a única pessoa que seria profeta, sacerdote e rei de Israel para sempre.

Jesus na cruz

Foto por: ©iStockphoto/nazarethman

Se você ler o Evangelho escrito por Mateus você vai ver muitas referências a essas profecias.

Enquanto esperava, o povo de Israel formou em suas mentes a imagem de como o Messias seria: um poderoso conquistador que os livraria da submissão ao Império Romano.

Eles não esperavam um carpinteiro nascido em uma manjedoura. Eles não esperavam alguém que lhes dissesse para amar os seus inimigos ao invés de conquistá-los. Acima de tudo, eles não esperavam um rei que morreria de forma humilhante na cruz.

Em Atos 2:29-35 Pedro explica como Davi, que era um profeta, sabia que Deus iria colocar um de seus descendentes no trono de Israel para sempre. Em seguida, ele explica como a profecia se cumpriu:

“Portanto, que todo o Israel fique certo disto: Este Jesus, a quem vocês crucificaram, Deus o fez Senhor e Cristo.” (Atos 2:36)

Read More

O dia mais difícil de todos

Quando pensamos em Páscoa, geralmente nós pensamos sobre o que aconteceu na sexta-feira e no domingo, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo respectivamente.

Cruz vazia

Foto por: © iStockphoto/mphillips007

Se você pensar nos discípulos de Jesus que presenciaram os acontecimentos daqueles dias, talvez você possa imaginar as emoções extremas que eles sentiram naqueles dias.

Na sexta-feira, Jesus foi levado pelos guardas. Então Ele foi torturado, crucificado, e depois ele morreu.

Aquele a quem eles seguiam, quem eles acreditavam ser o Messias prometido, estava morto. Eles estavam desesperados, com medo e  sem esperança. Eles provavelmente perderam sua fé.

Neste ponto, geralmente nós avançamos para o domingo, quando Jesus ressuscitou e muitos dos seus discípulos o viram vivo. Em questão de segundos, eles passaram de desespero total para extrema alegria.

Jesus estava vivo! Se alguma vez eles tiveram dúvidas, agora não havia mais nenhuma.

Mas nós muitas vezes não mencionamos o sábado. Quando falamos em Páscoa, geralmente pulamos da morte de Jesus à Sua ressurreição. Mas, infelizmente para os discípulos, eles não puderam “pular” aquele sábado.

Read More

O principal objetivo de vida de Jesus

Jesus

Foto por: ©iStockphoto/kevinschreiber

O objetivo principal de Jesus em Sua vida, a razão pela qual Ele veio ao mundo foi a seguinte: para nos salvar. Para fazer isso, Ele teve que dar sua vida:

“Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”. (Marcos 10:45 NVI)

Devido à nossa própria limitação, é impossível entender o que isso significava para ele. Nós não sabemos o que vai acontecer em poucos segundos, por isso não podemos entender o que é viver a vida inteira sabendo tudo o que vai acontecer, sabendo que você vai sofrer e ser morto de forma cruel, embora você tenha o poder para impedir tudo isso a qualquer momento.

O amor de Jesus para com toda a humanidade e seu desejo de seguir a vontade do Pai eram tão fortes que desistir nunca foi uma possibilidade para ele.

Read More

Misericórdia e não sacrifício

Jesus e seus discípulos estavam reunidos na casa de Mateus, jantando com os publicanos (coletores de impostos) e outras pessoas que eram conhecidas como “pecadores”. Os fariseus não podiam entender por que Jesus se “misturava com aquelas pessoas”. Eles não aguentaram e foram perguntar a Ele.

Mãos de Jesus

Foto por: ©iStockphoto/PeteWill

Jesus respondeu-lhes:

“Não necessitam de médico os sãos, mas sim os enfermos. Ide, pois, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifícios. Porque eu não vim chamar justos, mas pecadores.”. (Mateus 9:12-13)

Os fariseus eram as pessoas mais religiosas da época. Eles sabiam tudo sobre a Lei e eles achavam que eram justos por causa das coisas que eles faziam (os sacrifícios, as orações em voz alta, as “regras” que seguiam ao pé da letra). Eles achavam que eram merecedores do favor de Deus. Eles não precisam de um salvador porque eles podiam salvar a si mesmos.

Mas eles entenderam tudo errado.

Read More

Deus amou o mundo…

“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16)

João 3:16

Foto: ©iStockphoto/aspectimages

Você provavelmente já viu essa frase antes. Várias vezes. Alguma vez você já pensou sobre o que ela significa?

O que me impressiona sobre este versículo específico é a sua simplicidade e objetividade. Todo o plano de salvação em uma frase. Por outro lado, há muito a dizer sobre ele. Max Lucado escreveu um livro inteiro somente sobre este único versículo, entitulado “3:16“.

Em uma única frase você encontra um resumo de todo o Evangelho:

  • Deus mostrou seu amor por nós oferecendo a única maneira de chegar a Ele: Ele deu o seu Filho, Jesus Cristo, para pagar o preço exigido pela justiça por nossos pecados. Jesus foi condenado à morte em nosso lugar.
  • Com a morte de Jesus, o preço foi pago e podemos desfrutar de um relacionamento com Deus, não porque somos dignos, mas porque Jesus foi.
Read More

Adquira meu ebook:

Siga-me no Google+

Siga-me no Twitter

Pin It on Pinterest